Passagem só de ida é um podcast de compartilhamento de histórias de pessoas LGBT+ brasileiras e estrangeiras que migraram para a cidade de São Paulo, ou passaram por ela, em algum momento de suas vidas. Cada episódio traz o relato de alguém sobre os seus processos de deslocamento físico e subjetivos, priorizando a sua liberdade narrativa e os marcos pessoais por meio dos quais ela conta a sua trajetória e recompõe a sua história. 



Disponível nas plataformas:




A Casa 1 é um espaço de acolhida para jovens LGBT de 18 a 25 anos que foram expulsos de casa por suas orientações afetivo-sexuais e identidades de gênero, e também uma Clínica Social e um Centro Cultural aberto e gratuito pra todo mundo.



O Acervo Bajubá é um projeto voltado para preservação, salvaguarda e pesquisa historiográfica da arte, memória e cultura LGBT brasileiras. Com um acervo de cerca de 4000 itens, atualmente ocupa um espaço no centro cultural da Casa 1, em São Paulo/SP.



Apoio:
 




Realização:




Ep. 03: Uma mulher de Obá chamada Ericah





Ericah Azeviche nasceu na cidade de Cubatão, na Baixada Santista. Filha de pais pernambucanos, que migraram para esta cidade ainda jovens, ela foi criada em uma comunidade da Vila de Pescadores. Dançarina desde os 4 anos, capoeirista e sapateadora desde os 11 anos, e passista do Bloco Cidade de Madeira da vila de pescadores e Rainha da Bateria da Escola de Samba Independência do Casqueiro, em Cubatão, Ericah teve seus deslocamentos marcados tanto pela arte do samba quanto pela intersecção raça, gênero, classe e sexualidade ao migrar para a cidade de São Paulo no ano de 2007 para fazer faculdade. Em São Paulo, apesar de um início difícil, Ericah se construiu como uma pessoa livre, no modo de vestir-se, de circular pela cidade e de relacionar-se. Além disso, em São Paulo, esta filha de Obá fortaleceu suas relações com o candomblé e entendeu o verdadeiro significado de aquilombar-se. Hoje, Ericah é intérprete, produtora, pesquisadora, mãe, capoeirista do asfalto, faz parte da Coletiva A Revolta da Lâmpada e compõe o gabinete da Deputada Estadual de São Paulo Erica Malunguinho.















Projeto: Bruno O., Marcos Tolentino e Yuri Fraccaroli
Produção: Marcos Tolentino
Entrevista, roteiro, pesquisa e captação deste episódio: Ariana Mara da Silva
Montagem, edição e pesquisa sonora: Jj jj jj
Vinheta e trilha original: Nolo
Assessoria jurídica: Lucila Lang
Assessoria de imprensa: Brenda Amaral
Apoio: Rede de Mulheres Imigrantes Lésbicas e Bissexuais
Realização: Casa 1 e Acervo Bajubá