Passagem só de ida é um podcast de compartilhamento de histórias de pessoas LGBT+ brasileiras e estrangeiras que migraram para a cidade de São Paulo, ou passaram por ela, em algum momento de suas vidas. Cada episódio traz o relato de alguém sobre os seus processos de deslocamento físico e subjetivos, priorizando a sua liberdade narrativa e os marcos pessoais por meio dos quais ela conta a sua trajetória e recompõe a sua história. 



Disponível nas plataformas:




A Casa 1 é um espaço de acolhida para jovens LGBT de 18 a 25 anos que foram expulsos de casa por suas orientações afetivo-sexuais e identidades de gênero, e também uma Clínica Social e um Centro Cultural aberto e gratuito pra todo mundo.



O Acervo Bajubá é um projeto voltado para preservação, salvaguarda e pesquisa historiográfica da arte, memória e cultura LGBT brasileiras. Com um acervo de cerca de 4000 itens, atualmente ocupa um espaço no centro cultural da Casa 1, em São Paulo/SP.



Apoio:
 




Realização:




Ep. 04: Alex: livre, leve e solto




Alex da Rocha Santos, o Alex, é curitibano, estudante e jogador de futebol. Migrante de Curitiba para São Paulo, veio com o desejo de uma possibilidades de uma vida “livre, leve e solto”, como ele nos disse, para construir seu futebol, seus estudos, seu corpo e sua identidade enquanto homem trans masculino não-binário. Ainda criança, se afeiçoou pelo futebol, esporte que o acompanhou em momentos especiais de sua vida, e que o possibilitou conhecer outras localidades fora do Paraná. Foi assim que no ano de 2012, jogando a Copa Coca-Cola, ele teve a oportunidade de conhecer São Paulo pela primeira vez. Ao passo que foi crescendo e mudando de menino para homem, também se afeiçoou pelo gosto de estudar, filho de professores, nos disse que um dia, também, quer ser professor. No diálogo entre campo de futebol e sala de aula, o Alex teceu sua migração para São Paulo, cidade em que veio morar em 2019, quando passou em Ciências Sociais na USP. Saindo de casa para morar em outro local pela primeira vez, seu trânsito tomou mais expectativas, como a possibilidade de uma transição de gênero melhor acompanhada pela rede pública de saúde, e a vivência mais segura da sua liberdade e construção da identidade de gênero, em um novo local, com pessoas novas. Aqui, o Alex nos mostra um pouco sobre seus processos subjetivos, suas origens, seus sonhos, e seus recentes processos de conhecer, morar e desenvolver sua história na maior cidade da América Latina, São Paulo.













Projeto: Bruno O., Marcos Tolentino e Yuri Fraccaroli
Produção: Marcos Tolentino
Entrevista, roteiro, pesquisa e captação deste episódio: Florence Belladonna Travesti
Montagem, edição e pesquisa sonora: Jj jj jj
Vinheta e trilha original: Nolo
Assessoria jurídica: Lucila Lang
Assessoria de imprensa: Brenda Amaral
Apoio: Rede de Mulheres Imigrantes Lésbicas e Bissexuais
Realização: Casa 1 e Acervo Bajubá